Que tipo de produto sua empresa vende?

Que tipo de produto sua empresa vende?

Sua empresa tem que tipo de produto? “Must have” ou “nice to have”?

É fato que todo o cliente procura resolver uma necessidade ou atender um desejo. E por isso ele vai às compras.

O problema é que as coisas mudaram muito nos últimos tempos. E se antes o que ele precisava era “gilette”, “modess”, “q-boa”, hoje ele tem muitas soluções disponíveis para resolver as mesmas demandas.

O que quero dizer com isso? Antes haviam poucas soluções para muitos problemas ou desejos. As marcas viravam nomes para os produtos. Mas e hoje?

O que você pensar e for buscar na internet, você encontrará, por mais absurdo que possa parecer o produto ou serviço. Afinal, ele atende a alguma demanda do cliente. E foi numa pesquisa destas que esbarrei – acreditem – em cílios postiços para cachorros, uma das últimas modas no Japão.

Necessidade ou desejo – coisas do cliente – não se discute, se aproveita.

Com este novo panorama, se você quer crescer rapidamente, o  essencial  é que sua empresa atue num mercado no qual há um problema recorrente e relevante. Porque é justamente isso que irá influenciar na percepção de urgência do ponto de vista do cliente: “eu preciso ter isso?” ou “eu poderia ter isso?”

Must have –  é o produto que o cliente precisa ter. Está associado a uma ou mais necessidades dele. Cria uma espécie de dependência. Um pneu que fura desperta a urgência em se ter um outro pneu ou um serviço de troca. Preciso disso. Um pneu melhor, mas sem um outro furado, eu poderia ter.

O óculos quebrou e era o único? O novo óculos passa a ser must have. Um óculos substituto para um óculos que ainda funciona é um nice to have.

E afinal, seu produto é must have ou nice to have? E por que, afinal, é importante saber isso?

Simples. Um produto must have não exige maiores esforços de venda. É anunciar – apenas para o cliente saber que você e seu produto existem – e, se esta comunicação for bem feita,  vender. Já um produto nice to have exigirá um pouco mais de persuasão. Você precisará convencer o cliente a comprar.

Qual o melhor? Depende de quanto esforço você está interessado em dispender.

Clientes pagam pelo must have porque precisam, dependem dele. E isso é muito bom. Mas clientes também pagam bem pelo nice to have, quando ele vira um objeto de desejo. O que também é muito bom.

Com a recorrência, o must have permite um crescimento rápido. É isso o que sua empresa precisa? Crescer rapidamente? Escalonar?

O nice to have terá, provavelmente, um ciclo de venda mais longo. Afinal, ele não é  primeira opção. Mas se bem trabalhado, pode render até mais que o primeiro. A pergunta é: você tem tempo para isso?

Sabendo o que seu cliente precisa ou deseja e equilibrando com o tempo que você dispõe para vende-lo, você conseguirá pensar tanto em produtos de um tipo quanto de outro para sua empresa. E daí? Que tipo de produto sua empresa vende ou irá vender?

Deixe um Comentário